domingo, 19 de abril de 2015

Abraço dos Netinhos



Momentos inesquecíveis passamos juntos...


Doces dias de alegria...




O estreito abraço enternece-me...


Maroto, abraça-me e tudo consegue...



Momento inesquecível de grande alegria...


Num abraço carinhoso, a vovó vive feliz...



sábado, 11 de abril de 2015

Sempre no Balanço dos Netinhos

MOMENTOS MÁGICOS



Segure firme querido...
A mamãe vai balançar
O balanço divertido
A flutuar aqui no ar;




Pode fechar os olhinhos...
Sinta o vento te tocar
Ouvindo dos passarinhos
O doce cantarolar;



Sinta os perfumes no rosto
Das plantas ao teu redor...
Todas te olham com um gosto
Tão adocicado amor;



Elas te sorriem tanto...
Mesmo que tu não às veja;
Em cada riso um só canto
Do amor delas que te beija;






Sempre lembre do balanço
E como a vida era vida...
Neste poema que de manso
(Samuel Balbinot)




domingo, 5 de abril de 2015

Netinhos e Páscoa



Vida doce

(Anne Lieri)


Ai, como é doce essa vida!
Como é bom açucarar!
Uma lista pervertida
De doces vou começar:


Algodão doce no céu,
Em nuvens muito branquinhas...
Bolinho de chuva e de mel,
 Cocada e queijadinha!






Vida dura: rapadura!
Beijinho que faz suspirar...
Ambrosia que até cura

Faz gente se apaixonar!



Bem casado, brigadeiro
Chocolate em coração
Doce de leite mineiro
Ai meu Deus, que tentação!




Baba de moça, canjica
Mousse de maracujá
O bolo da dona Lica

Pé de moleque: é pra já!



Que seja doce essa vida
Com confeitos coloridos!
Com amizades queridas,
Corações enternecidos!