domingo, 31 de janeiro de 2016

Pérolas dos Netinhos


Amo minha família...

Vovó feliz...

Passeando no tio no Sábado de Aleluia...

Obrigado, meu Deus e Senhor, por TUDO...



Não sabia que os netinhos iriam me fazer sorrir assim tão feliz...

Pelo rostinho do netinho e pelo  que ele me diz... vale todo e qualquer tipo de sacrifício...





-"EU TO GUARDANDO VOCÊ NO MEU CORAÇÃO, VOVÓ"...
(por celular um pouco antes da chegada)



- "PAPAI DO CÉU VAI FICAR ORGULHOSO PORQUE EU DEI UM BEIJO NO FILHO DELE"...
(após celebração da Adoração da Cruz)


- "EU PENSO EM VOCÊ TODO O DIA, VOVÓ"...
(na véspera da despedida)

-"VOVÓ, POR QUE A GENTE TEM QUE IR TÃO CEDO?"
(não gosta de voltar)


domingo, 24 de janeiro de 2016

Netinhos Obedientes a Deus



-"EU ESTOU APRENDENDO A OBEDECER A DEUS, VOVÓ"...
(vendo um DVD religioso em seu quartinho)


-Mora, comigo, vovó?!
Traz a sua mudança...
Pede o tio pra trazer...
Você já veio e pronto!

-Vou levar uma flor pra Gabi...
(amiguinha do colégio)
Claro, vovó, mulher adora flor!

-Eu gosto de você, vovó!
(fez um coraçãozinho com as duas mãozinhas)


-Eu não sou o seu comandante, vovó?
(pelas brincadeiras que fazemos)
Então pronto!Você mora comigo...



-Eu não quero que você vá embora,vovó...
Vai demorar ainda?


-Conta uma historinha pra mim, vovó...
Fala assim: 
-Como eu ia dizendo...
(eu repetia muito  o "aí."..)



-Vou sentir muita saudade de você, vovó...

-Não chora não, vovó...

-Eu to aqui com você e você vai me ver sempre...

-Se você chorar, eu vou chorar também...

domingo, 17 de janeiro de 2016

Avós Ainda Jovens



As avós, hoje, são muito jovens, bonitas, cheias de vida.
Se, por um lado, isso facilita o relacionamento com os netos, aproximando as gerações, por outro, tem o perigo  do egoísmo da missão cumprida, da agitação da vida social e de se entregarem  às obras de benemerência.... aos cursos intelectualizados. Não voltemos a época das avós fazendo crochê, mas compreendamos que, no equilíbrio das atitudes, no justo meio, está o caminho certo, e procuremos dar a cada atividade o lugar merecido.


A avó, consciente da sua missão que recomeça, tem de estar disponível a todos, não exclusivamente para trabalhos materiais, mas sobretudo para transmitir a orientação certa, amparando os que vacilam, levantando os que erram, consolando os que sofrem.


É mãe duas vezes, extraordinariamente presente e atenta na hora que se faz necessária, enxugando lágrimas escondidas, sorrindo para que as tristezas se transformem em alegrias, transmitindo a todos que a rodeiam, a fé vivida na certeza do Caminho.



-Vovó, por que você não mora aqui?
-Porque a vovó mora noutro Estado... Você entende, meu bebê?
-Entendo sim, vovó!


- Vovó, eu tenho duas notícias para te dar...
-Qual você quer ouvir primeiro?
-A boa ou a má?
Se eu disser a boa de uma  vez, ele aceita bem mas se repetir da segunda vez a mesma resposta , ele me contesta:
-Vovó, agora ouve a  má primeiro..
e vive versa...

-Vovó, você é professora, então tem que saber:
-Por que a vaca faz mu?

(Sai dessa!)


- Vovó, eu queria que você ficasse aqui quarenta dias... 
(a cada dia aumenta a sua matemática e ele entende mais de números de dias)...
- Por que você não fica, vovó?

-Vovó, Bom Dia! O sol já está lá fora... Prepara o meu café da manhã?
- Vovó, me dá o meu sucrilho? (me acorda se estiver dormindo mas quer que eu seja  a que lhe prepara...
-Vovó, o meu Kinder ovo? (após o almoço)...

-Vovó, o meu pirulito azul (depois do jantar)...


-Vovó, eu queria que o meu pai fosse rico...
-Por  que, meu lindinho?
-Para comprar os brinquedos para mim...
-Mas a vovó não compra muitos brinquedos para você também?
-Mas eu não queria que você gastasse o seu dinheiro, vovó...


-Meu lindinho, você está animado?
-Eu to sim, vovó, sabe por que?
-Porque você vai chegar!





domingo, 3 de janeiro de 2016

A Alegria do Balanço



Balança, balança o ratinho,
segue feliz a se embalar!
Olhinhos brilhantes denunciam,
 horas a fio, por lá há de ficar!

Façamos como ele também,   
embalemos nossos dias, 
com aquilo que nos faz bem!

(Chica)